13 Julho, 2022

Um relatório discretamente publicado pelo Governo britânico, poucas horas antes de Boris Johnson anunciar a sua demissão do cargo de Primeiro-Ministro do Reino Unido, revela que as injecções Covid-19 estão a provar ter uma eficácia negativa contra a morte entre as crianças em Inglaterra.
Com os números mais recentes mostrando crianças triplamente vacinadas com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos são 13.633,33% / 137,3x mais propensos a morrer de Covid-19 do que as crianças não vacinadas.